QConSp 2011: eu fui!

QCon São Paulo 2011

Este ano estive de volta ao QCon São Paulo. Como no ano passado o evento tinha sido muito bom, não pude deixar de voltar este ano. Minhas expectativas eram altas, e, sem surpresas, foram satisfeitas.

Abertura do QCon São Paulo 2011

O evento foi realizado novamente no espaço da FECOMERCIO, com excelente organização, melhor do que a do ano passado. Uma das melhorias foi que o coffe-break ficou em um lugar isolado, desta forma quem queria trocar experiências não atrapalhou o andamento das palestras. O número de palestras também foi superior e com tantas possibilidades, foi difícil escolher quais assistir.

A manhã do primeiro dia reuniu apresentações para a platéia toda, foram elas:

  • Aprendizados de grandes sistemas HTTP-centric com Jim Webber;
  • Por uma Web mais rápida: Técnicas de otimização de Sites, com Sérgio Lopes da Caelum, e
  • Engenharia de Performance no Twitter com  Evan Weaver.

A palestra do Jim falou sobre integração de sistemas e mostrou um case em que a utilização de REST foi comprovadamente  mais barata e melhor do que uma solução baseada em ESB (Enterprise Service Bus). Para ele, o ESB somente “transfere a complexidade da integração dos sistemas para um novo local”, quase como uma “caixa de Pandora”, ou seja, o trabalho de ligação multi-ponto ainda tem que ser feito. Quem já trabalhou com um barramento desses sabe quão complexa é a tarefa. A experiência foi relatada de maneira divertida e objetiva.

A segunda palestra foi do Sérgio Lopes, que, nesta edição, veio como um dos palestrantes principais. Ótima escolha da organização do evento, pois no ano passado sua palestra sobre Google App Engine tinha sido incrível e  novamente ele mandou muito bem. Sua apresentação foi matadora:

  • mostrou dados sobre estudos e melhorias de performance de sites dos big players;
  • apresentou dados de experiência de performance realizadas no site da Caelum;
  • listou soluções para os problemas e ainda classificou entre fácil, difícil e desafiador.

Uma das coisas mais bacanas foi ele ter realizado um estudo prévio com os sites dos participantes do evento e para cada técnica apresentada, ele exibiu médias (não muito animadoras, diga-se de passagem) dos problemas dos sites em relação a elas. Palestra organizada e “concisa”. Já estou esperando a do ano que vem!
Veja a apresentação do Sérgio Lopes 

O Evan Weaver trouxe um assunto muito interessante e a experiência vivida em uma das redes sociais mais populares da sociedade. Infelizmente, apesar do alto nível técnico do palestrante, a sessão não foi capaz de capturar a atenção do público.

À tarde, escolhi fazer a trilha de agilidade. Dei sorte! Os palestrantes compartilharam suas experiências sobre a aplicação de técnicas ágeis no dia-a-dia e em projetos, falando tanto do que deu certo, quanto do que não deu certo. Muito proveitoso uma empresa abrir lições aprendidas do tipo #fail.
Veja a apresentação da Bluesoft

O Guilherme Silveira mandou bem, ressaltou os benefícios de um código limpo e com bom encapsulamento. Outro destaque foi o Alexandre Freire que apresentou a idéia de divida técnica, trazendo para o QCon uma informalidade com grande carga de pensamento científico, mostrando que ciência é para ser aplicada e que resolve.

A palestra sobre refatoração foi corajosa ao apresentar diversas técnicas de refatoração, mas para um espaço de tempo tão curto, teria sido mais eficaz se tivesse optado por apresentar um pouco menos.

Os ligthning-talks também não deixaram por menos, fui para a trilha que falava sobre testes – apresentações curtas, mas que me fizeram anotar muitas dicas.

Bem, estas foram minhas impressões do primeiro dia do #QconSP 2011. Depois passo as do segundo dia.

Abraços,

Eduardo Mendes
@dudumendes

14 comentários sobre “QConSp 2011: eu fui!

      1. pois é neh, preguiça time #fail

        PS: Parabéns pelo post, deu pra resumir bem o que aconteceu no primeiro dia. Agora uma coisa que acabo fazendo diferente eh ficar “pulando” de track em track e pegando o melhor de cada uma. Pena que nesse ano o título de algumas palestras me enganaram hehehehehe, esperava ver uma coisa e no final o palestrante quase não falava nada sobre o que o título propunha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s